Escreva os termos da sua busca

Mestrados Stricto Sensu

Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade

Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade – Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)

Inscrições: 19 de outubro a 18 de dezembro de 2021 (encerrado)

Local: Ilhéus – BA

JÁ NO AGUARDO DO PRÓXIMO EDITAL!

Sobre o Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade:

O Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade da UESC oferece cursos no nível de mestrado e doutorado, selecionando candidatos através de dois tipos de processo seletivo: o regular e o institucional. O processo seletivo regular costuma acontecer em dezembro de cada ano, e é aberto a qualquer candidato brasileiro ou estrangeiro que tenha interesse em ingressar nos programas. A ordem de classificação dos candidatos aprovados é utilizada para atribuir aos mais bem colocados as bolsas de cota disponíveis ao programa. A quantidade de bolsas varia ano a ano, dependendo da disponibilidade das agências financiadoras e de cotas dos orientadores, e as regras de cada processo seletivo são explicitadas em editais específicos.

Já o processo seletivo institucional prevê vagas para candidatos que são encaminhados ao programa pelas instituições parceiras da UESC para desenvolver dissertações ou teses de interesse da UESC e das instituições. A entrada dos candidatos também é feita por seleção, cujas características variam de acordo com cada edital, mas sempre envolvem provas e análise das propostas de pesquisa. Mas ao contrário do processo seletivo regular, os candidatos a vagas institucionais não recebem bolsas de cota do programa, pois se entende que a manutenção do aluno no programa é de responsabilidade e interesse das instituições parceiras.

Linhas de pesquisa:

1. Ecologia e Conservação de Populações
 

Dentro dessa linha de pesquisa são desenvolvidos estudos populacionais que subsidiam a conservação de espécies nativas, com enfoque principal sobre espécies ameaçadas de extinção, espécies raras e endêmicas, espécies dominantes e/ou com grande importância econômica, incluindo estudos de análises de viabilidade populacional, modelos populacionais para análise de exploração sustentável dos recursos naturais, genética de populações e conservação ex-situ, entre outros. Também nessa linha são desenvolvidos estudos de auto-ecologia de espécies nativas, envolvendo as relações entre os indivíduos e as condições ambientais. Estudos com espécies exóticas também são contemplados, desde que abordem questões relativas ao seu manejo e demais problemas relacionados aos impactos destas espécies nos sistemas naturais nativos.

2. Ecologia e conservação de comunidades, ecossistemas e paisagens

Essa linha de pesquisa engloba estudos de estrutura e dinâmica de comunidades terrestres e aquáticas com enfoque em análise de padrões e processos relacionados à geração e manutenção da diversidade biológica. A relação entre a distribuição espacial das comunidades biológicas e as características do ambiente físico é abordada através de análises na escala das paisagens, voltadas para a compreensão dos fatores determinantes da distribuição espacial das comunidades biológicas em função do mosaico no qual a comunidade se encontra inserida. Estudos de fragmentação de hábitat, resistência e resiliência de comunidades também estarão contemplados nessa linha.

 
3. Ações e planejamento em conservação da biodiversidade
 

Vertente do curso voltada para o desenvolvimento de estratégias e programas de conservação da biodiversidade em seus diferentes níveis utilizando-se tanto de informações biológicas quanto de instrumentos econômicos e de desenvolvimento social. A modelagem dos efeitos de diferentes estratégias tem se mostrado um instrumento eficiente para direcionar a tomada de decisões pelos órgãos competentes e seu uso é estimulado nos estudos desenvolvidos nessa linha de pesquisa.

EDITAL

 

Confira mais mestrados clicando aqui!

Compartilhe
Tags:

Leia Também

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *